Setembro Amarelo: vou contribuir


Este mês de setembro é dedicado à conscientização e prevenção do suicídio. Foi iniciado em 2014 sob a orientação do Centro de Valorização da Vida - CVV. O suicídio, segundo estudos, é prevenível em 90% dos casos, restando à diferença questões de doenças mentais severas.

Um dos gatilhos mais comuns que ligam ao suicídio e que poderia ser evitado são questões de ordens psicológicas, dentre elas a depressão. E neste momento em que estamos no Setembro amarelo gostaria de dar uma pequena contribuição ao tema, falando sobre a Depressão, mas não de uma cátedra, e sim de minha experiência de vida. Convivo com a depressão já há muitos anos, e inclusive guardei durante um tempo certa carta de despedida. É certo que conheci muitas histórias de sofrimento por conta da depressão infinitamente piores que as minhas, porém cada um enxerga a própria dor como a maior de todos os tempos.

Farei uma série de textos contando de minha experiência, então espero que não entendam tudo isto como um receituário, mas uma partilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário